1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Vermifugação

PDF Imprimir

A vermifugação busca diminuir e até mesmo eliminar a população de parasitas intestinais que rotineiramente acometem os animais de companhia. As bases farmacológicas empregadas atuam nos parasitas:

Cães: Taenia spp., Dipylidium caninum, Echinococcus granulosus, Echinococcus multilocularis, Ancylostoma braziliense, Ancylostoma tubaeforme, Toxocara canis, Toxocara leonina, Trichuris vulpis e Uncinaria stenochephala.

Gatos: Taenia spp., Dipylidium caninum, Echinococcus granulosus, Echinococcus multilocularis, Ancylostoma braziliense, Ancylostoma tubaeforme, Toxocara catis e Toxocara leonina.

A adiministração periódica destas medicações visa a proteção não somente do animal, mas também da família, visto que formas larvares do Ancylostoma braziliense podem penetrar na pele do ser humano e causar uma patologia conhecida tecnicamente como larva migrans cutânea (popularmente conhecida como "bicho geográfico"). Outra enfermidade que pode ser desenvolvida, principalmente, por crianças, é a larva migrans visceral, que ocorre quando indivíduos ingerem alimentos contaminados com fezes de cães e gatos contendo formas larvares de Toxocara canis e Toxocara catis. Como o parasita não é capaz de fechar seu ciclo biológico, essas larvas migram pelos tecidos viscerais podendo causar inflamação e danos nos tecidos e órgãos por onde passam. 

Indicamos o seguinte esquema:

Filhotes: a cada 3 meses

Adultos: a cada 6 meses