1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

As ciladas da casa

PDF Imprimir

Apesar de os animais com livre acesso ao exterior estarem mais predispostos às doenças infecciosas e aos acidentes, os gatos de apartamento não estão a salvo de ciladas.

gaelAs quedas acontecem em qualquer idade, mas ameaçam principalmente os jovens inexperientes; é prudente equipar terraços e varandas com grades ou redes. A cozinha é um lugar perigoso; há fogão, panelas com água fervente ou cheias de coisas quentes, frigideiras, facas, latas de conserva abertas, barbantes, etc.

Atenção também ao ferro de passar roupa, bem como os fios elétricos: mordiscando-os, os gatos arriscam-se a queimaduras graves ou até mesmo à eletrocussão.

Os afogamentos acontecem no tanque de lavar roupa, na banheira e até mesmo no vaso sanitário.

As intoxicações por produtos domésticos são raras porque o gato é um degustador prudente; entretanto, desconfie das plantas de apartamento, pois muitas podem ser irritantes ou tóxicas.

Alguns brinquedos, tais como guizos ou barbantes, são perigosos. Se você costurar, não deixe agulhas por aí!

As intoxicações mais freqüentes

O gato está pouco inclinado a comer qualquer coisa que não tenha experimentado antes. Por isso os casos de intoxicação são pouco numerosos. No entanto, alguns venenos lhe são agradáveis e o seu instinto de caçador pode levá-los a consumir pequenas presas que por sua vez podem ter ingerido produtos tóxicos. O gato está desprovido de vários mecanismos de desintoxicação. Ele tem menos tendência a vomitar e rejeitar um alimento inadequado que  o cão; seu sistema nervoso é perturbado com facilidade por vários tóxicos.

Os produtos perigosos são:

Pesticidas
patinhas herbicidas agrícolas
patinhas hidrocarbonetos clorados para tratamento de madeiras (atenção à serragem utilizada na caixa de areia);
patinhas Inseticidas
patinhas Cloralose, utilizada para destruir roedores e às vezes até mesmo os gatos, por pessoas que pouco se importam com a lei e os atos de crueldade para com os animais